segunda-feira, 8 de junho de 2015

História - Aula 14 - Guerra Fria

Água no Planeta Terra



     Quase toda a superfície do planeta Terra está coberta por água: água dos oceanos, água dos rios e lagos, arroios e sangas. Água das calotas polares em forma de gelo, água da chuva, muita, muita água... Mas, na realidade nem tudo é azul (a cor que cobre a Terra - devido à água - quando é vista do espaço), porque toda a água do planeta (1.370.000.000 km³) é constituída basicamente de dois tipos: água salgada dos mares e água doce dos rios, lagos e subsolo. Mas o mais importante, a saber: a água salgada ocupa 97% do total, o que vem a ser impossível para o consumo.
      Quando somos estudantes aprendemos como se formam as nuvens e como a água retorna à Terra. A isto chamamos "ciclo das águas" onde a evaporação é o primeiro estágio quando uma imensa massa d´água dos oceanos é levada à atmosfera em forma de vapor d´água, ali é resfriada e condensada, surgem assim as nuvens.
      Com a gravidade, acontece a precipitação dessas águas das nuvens, a conhecida chuva, a encantadora neve (para os brasileiros) e, ainda, o granizo ou geada sobre os continentes e oceanos. Quando congelada, ao invés de se retrair, como acontece com a maioria das substâncias, a água se expande e flutua sobre a parte líquida por ter se tornado mais leve. Ao cair na superfície terrestre, a vegetação se encarrega de reter em suas raízes esses nutrientes que, aos poucos, voltam para o ar em forma de transpiração das plantas. Mas, uma outra parte é evaporada dos lagos, pântanos e rios; mais uma se infiltra no solo e fica conhecida como água subterrânea; e uma terceira, a menor parte dela, conhecida como água superficial, escoa pelos rios, córregos, sangas e igarapés. E assim sucessivamente. A natureza é sábia e justa, senão, vejamos: quando a água escapa para a atmosfera em forma de evaporação, a transpiração é compensada com a precipitação. Essa diferença entre volume de água que cai e volume de água que evapora é de cerca de 45 mil quilômetros cúbicos por ano - o que, em tese, o ser humano poderia gastar. Só que, desse total, apenas 20% é aproveitável.
      A água utilizável está nos rios, nos lagos, nas águas da chuva e na água subterrânea. No entanto, elas todas juntas correspondem a apenas 1% do volume de água doce.

Água no Planeta Terra

 

 Nosso planeta muitas vezes é desenhado como uma "majestosa bola azul" com detalhes marrons, que seriam os continentes. Não é à toa que a Terra também conhecida como 'Planeta Água', afinal, essa substância é muito abundante aqui.

Que a maior parte do nosso planeta é coberta de água, isso é algo que todos conhecem... mas você já se perguntou quanto do nosso planeta é realmente composto de água? Bem, a resposta pra essa questão é um pouco mais complicada do que imaginamos. Devemos levar vários fatores em questão, mas a princípio, podemos afirmar que a água preenche 71% da superfície da Terra, enquanto que 29% é composto por continentes e ilhas.




96,5 de toda a água da Terra está nos oceanos como água salgada, enquanto que apenas 3,5% são lagos de água doce e água congelada presa em geleiras ou calotas polares. Quase toda a água doce do mundo está em forma de gelo: 69% pra ser mais exato. Se pudéssemos derreter todo esse gelo (e se a superfície da Terra fosse plana), os níveis do mar subiriam a uma altitude de 2,7 km.

toda a água do mundo
A gota maior representa toda a água do mundo, a do meio mostra toda água doce, e o pequeno ponto azul
(abaixo dos outros dois) representa a água doce dos rios e lagos da Terra.
Créditos: Howard Perlman / Woods Hole Oceanographic Institute

Além da água em forma de gelo, existe também uma quantidade surpreendente de água doce em forma líquida, sob a superfície da Terra. Se pudéssemos reunir toda a água doce (líquida) da Terra em uma única gota gigante (como mostra na imagem), estima-se que essa gota iria medir cerca de 1.386 milhões de quilômetros cúbicos (km3) em volume. Apesar de parecer muito, repare que a gota maior de água só existe quando incluímos toda a água salgada nessa conta...




Enquanto isso, a quantidade de água doce que existe em rios, lagos, córregos e abaixo da superfície, constituiria pouco mais de 10,6 milhões de km3, o que representa cerca de 0,7% de tudo isso. Visto neste contexto, o caráter limitado e precioso da água doce se torna verdadeiramente claro!

Mas quanto da Terra é água de fato? Qual a porcentagem de água na Terra? Isso inclui toda a água da Terra, e toda a massa do planeta (não apenas sua superfície). A resposta é de assustar!




Enquanto que a água cobre 71% da superfície da Terra, ela representa APENAS 0,02% da massa total do nosso planeta! Segundo os cientistas, a massa total dos oceanos da Terra é de 1,35 x 10¹8 toneladas métricas, o que representa 1/4400 da massa total da Terra.

Rio Amazonas

Rio Amazonas

Querida aluna Alexia, 7º Ano B da escola Sylvio Maya, aqui estão as informações que você me pediu, e esclareço que muitos sites seguros para pesquisa afirmam que o Amazonas é o maior rio do mundo e outros afirmam que o Rio Nilo é o maior. Espero ter ajudado.
Grande abraço e parabéns pelo seu esforço e dedicação para com os estudos.
Prô Daiane.

Fonte: http://hidroweb.ana.gov.br/HidroWeb.asp?TocItem=4100

          O Amazonas é o segundo rio mais extenso do planeta, apresenta 6,4 mil quilômetros, sendo menor apenas que o rio Nilo (7.400 quilômetros). No entanto, apresenta a maior vazão de água. A nascente do rio Amazonas está localizada no lago Lauri, nos Andes do Peru. O rio Amazonas está presente nos países do Peru, Colômbia e Brasil, em sua bacia hidrográfica estão também os países da Bolívia, Equador, Venezuela e Guiana.
           O rio nasce com o nome de Vilcanota e recebe depois as denominações de Uicaiali, Urubamba e Marañón. Quando entra no Brasil, torna-se Solimões, até o encontro com o rio Negro, próximo de Manaus. Desse ponto até a foz recebe o nome de Amazonas. No território brasileiro, esse grande e importante rio desce de 82 metros de altitude, em Benjamin Constant, dirigindo-se ao oceano depois de uma trajetória de 3.165 quilômetros.

            O encontro do rio Negro com o rio Solimões proporciona uma imagem de grande beleza, isso porque os rios possuem águas de coloração distinta, o rio Negro apresenta águas escuras em razão da dissolução de ácido húmico, e o Solimões, águas claras; ao se encontrarem, suas respectivas águas não se misturam.

Encontro do rio Negro com o rio Solimões
Nos 3.165 quilômetros que percorre em território brasileiro, o rio Amazonas sofre um desnível suave e progressivo de apenas 82 metros, essa característica proporciona excelentes condições de navegação, recebendo navios desde sua foz, onde se localiza a cidade de Belém, até Manaus. Em 1997, foi inaugurada a hidrovia do rio Madeira, que opera de Porto Velho a Itaquatiara.
Durante todo o seu percurso, o rio Amazonas possui uma grande quantidade de afluentes, entre os mais importantes estão o Huallaga, Ucayali, Pastaza, Napo (Peru); Javari, Juruá, Purus, Madeira, Tapajós, Xingu, Içá, Japurá, Negro, Trombetas, Paru e Jari (Brasil).
Outra característica marcante do rio Amazonas é o fenômeno da pororoca, que consiste na formação de ondas provenientes do encontro violento das águas do rio com o oceano Atlântico, a pororoca acontece principalmente no mês de outubro, pois nesse período o nível do rio está baixo e a maré alta.

  Estima-se que o Amazonas mande uma descarga equivalente a 11% de toda a massa de águas continentais para o oceano. Nas águas baixas, tem uma imensa largura que é camuflada por muitas ilhas, que dividem o rio em braços chamados paranás.

 Mapa do Rio Amazonas

Suas águas são constantemente navegadas por navios de alto mar, numa distância de 3.700 km (desde a embocadura até a cidade de Iqijitos). Entre a enorme quantidade de afluentes que recebe, os mais importantes da margem direita são: Huallaga, Ucayali (Peru); Javari, Juruá, Purus, Madeira, Tapajós e Xingu (Brasil). Através de sua margem esquerda recebe: Pastaza, Napo (Peru); Içá, Japurá, Negro, Trombetas, Paru e Jari (Brasil).

http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2008/04/bacia-amazonica.jpg

Globo Reporter (COMPLETO RIO AMAZONAS 2), sua nascente e foz.wmv

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Correção ENEM 2014 - Geografia

DICAS PARA O ENEM - Geografia - Agricultura Brasileira

De olho no ENEM

Bom dia Galera do Ensino Médio da escola Sylvio Maya !!!!

De olho no ENEM, para melhor desempenho na prova, vocês podem assistir à vídeos no Youtube com o nome PENSI.

São vídeo-aulas fantásticas para orientá-los melhor, além de nossas aulas de Geografia.

Eles disponibilizam aulas de todas as matérias.
Abraço

Professora Daiane

terça-feira, 2 de junho de 2015

CAMISETAS VIAJANDO

Alunos 8º B - Escola Francisco - Arcadas

Bom dia pessoal !!!

Gostaria de agradecer os alunos que sempre são presentes em minhas aulas.

Alunos que se dedicam, são esforçados na matéria de Geografia e colaboram com a Professora.

Como explico todas as aulas, devemos avaliar a importância da Geografia em nossas vidas, para o resto dela.

Sejam curiosos, perguntem, não se intimidem !!!

Estou aqui para ajudá-los e orientá-los.

Grande abraço: MELISSA - ANDRÉ LUCAS - LUIS ANTONIO.

2 Chuva Ácida e Ilhas de Calor